quarta-feira, 27 de abril de 2011

Faz tanto tempo e já não consigo não sentir tua falta que corrói e consome meus pensamentos. Busco pela tua boca no escuro da noite, procuro teu corpo na cama e sinto apenas o vazio que atormenta meu sono. Mesmo assim, tenho a certeza que breve você estará preenchendo esse espaço que é somente seu.'

Um comentário: