quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Decepção não mata?

Bom gente, quem nunca passou por uma decepção não é mesmo? Quem nunca sentiu aquela vontade imensa de sumir do mapa, aquele nó na garganta que parece querer sufocar, aquela vontade imensa de chorar por sentir-se traído de alguma maneira? É algo que infelizmente faz parte do cotidiano de cada um, do dia-a-dia do ser humano.
Agora algo que acho terminantemente errado é a bendita frase que atribuiram às decepções.


"Decepção não mata, ensina a viver."
De que forma a decepção ensina as pessoas a viverem? Quem quer levar uma vida desconfiada, com medo, sem conseguir conversar com alguém por medo de ser traído? E outra coisa, decepção mata sim. Mata os sentimentos profundos de cada um. Os sentimentos sinceros, verdadeiros, sem maldade; aqueles carregados desde criança, que estão descobrindo significados, como amor, laços de amizades mais fortes, enfim, emoções que acabam sendo estragadas pela clássica decepção.


Decepção mata sim.'

Nenhum comentário:

Postar um comentário